Selo Black Friday

Imprensa

Rossi faz joint venture em GO

Fonte: Folha de S. Paulo - SP

Publicado em: 28/10/2010

Com a parceira Toctao, empresa tem planos de abocanhar até 30% do mercado goiano

A Rossi, a quinta maior do Brasil em valor de mercado (R$ 4,5 bilhões), lança uma joint venture em Goiás para atuar, principalmente, no segmento econômico - de imóveis de até R$ 250 mil.

A nova empresa, com controle e lucro divididos meio a meio entre a Rossi e a goiana Toctao Engenharia, entrará em operação em janeiro. A meta é lançar R$ 4,1 bilhões em imóveis, sendo R$ 1,6 bilhão em até cinco anos.

A Rossi - que pretende aumentar a participação de mercado em Goiás de 5% para de 20% a 30% - será responsável por toda a governança corporativa da Toctao Rossi e vai coordenar o sistema de construção, as finanças e os recursos humanos.
A Toctao entra com conhecimento da demanda regional, mão de obra já contratada e terrenos em "locais estratégicos" no Estado.
"A maior parte dos terrenos da nova empresa vem da Toctao", diz Cássio Audi, diretor-financeiro da Rossi, sem revelar a fatia exata.

Mas, de acordo com o executivo, o estoque total de terrenos já neste início de operações da joint venture é suficiente para abrigar 19.360 apartamentos ou casas.

"De 80% a 90% dos empreendimentos devem ser para o segmento econômico. Temos terrenos grandes para esse projetos", diz Audi.

A Rossi possui modelos de empreendimentos econômicos que têm de 300 a 3.000 unidades, entre casas e apartamentos. E são projetos desse tipo que devem, preferencialmente, ser implantados em Goiás.

"Consideramos o Estado muito atrativo, levando em conta itens como o PIB (Produto Interno Bruto) per capta, a disponibilidade de terrenos e a concorrência no setor -menor que no sudeste, por exemplo", diz Audi.

Ainda de acordo com o executivo, em Goiás a Toctao vai contribuir também para a prospecção de oportunidades de negócios nos segmentos convencional (de imóveis de R$ 250 mil a R$ 500 mil) e de alta renda.

A empresa goiana tem uma atuação diversificada na construção civil. O portfólio inclui obras de hidrelétricas, shoppings e galpões, além de residências.

Essa joint venture é a terceira montada pela Rossi em caráter permanente.

A construtora costuma fazer parcerias pontuais - com o objetivo de desenvolver projetos específicos -, mas que têm data para acabar.

As outras duas joint ventures foram feitas com a empresa Capital, em Manaus (2009), para atuação na região norte, e com a companhia GMS, em Cuiabá (2010), para o mercado de Mato Grosso.

Corretor Online

Preencha nome e e-mail para iniciar um chat ao vivo com nossos corretores.

CRECI

Vídeo