Imprensa

Rossi comemora 30 anos com recorde histórico de vendas

Fonte: Jornal Indústria e Comércio - PR

Publicado em: 19/11/2010

A Rossi, uma das principais incorporadoras e construtoras do Brasil, anuncia os resultados do terceiro trimestre de 2010. No período, a empresa obteve recorde histórico em total de lançamento, com R$ 1,4 bilhão, crescimento de 22%, em relação ao terceiro trimestre de 2009. Referente aos nove primeiros meses deste ano, a Rossi contabilizou um VGV (Valor Geral de Vendas) total de R$ 3,2 bilhões, crescimento de 86% ante o mesmo período do ano anterior.

Nesse trimestre, a empresa lançou 28 projetos, sendo que, desse total, 74% são referentes ao segmento econômico. Já em relação ao VGV total lançado, essa fração é responsável por 51%.

“No ano em que a Rossi completa 30 anos de história no mercado imobiliário brasileiro, a empresa comemora recordes históricos em lançamentos e vendas contratadas, lançando, até setembro, 78 empreendimentos. Com esses números expressivos, 70% do guidance de lançamentos para 2010 já está atingido”, afirma o CFO e diretor de relações com investidores da Rossi, Cássio Audi.

As vendas contratadas somaram R$ 1,1 bilhão, sendo 63% superior ao crescimento do terceiro trimestre do ano passado. Desse valor, a Rossi Vendas, braço imobiliário da Rossi, registrou, o total de R$ 419 milhões em vendas, representando 38,6% das vendas contratadas totais. Nos nove primeiros meses do ano, as vendas contratadas totalizaram R$ 2,8 bilhões, aumento de 87% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As vendas sobre oferta ou VSO, atingiu 27%, chegando ao sétimo trimestre consecutivo de crescimento.

“Por possuir um portfólio diversificado de produtos, a empresa consegue manter uma estratégia acertada de se adequar às particularidades de cada região do País. Tal posicionamento permitiu à Rossi acompanhar o ritmo acelerado de uma economia pujante, que favorece a inclusão social e, consequentemente, seus negócios”, comenta o diretor superintendente da Rossi, Heitor Cantergiani.

O lucro líquido da empresa apresentou um aumento de 54%, passando de R$ 62 milhões para R$ 95 milhões no trimestre. Entre janeiro a setembro, o lucro líquido registrou R$ 269 milhões, crescimento de 90%, se comparado com o mesmo período de 2009.

O EBITDA atingiu R$ 132 milhões, aumento de 26%, em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Referente aos primeiros nove meses do ano, o EBITDA alcançou R$ 398 milhões, aumento de 61% em relação ao mesmo período de 2009. Já a margem EBITDA atingiu 22,3% e o ROE (Retorno sobre o Patrimônio) anualizado alcançou 18,2% no trimestre.

Corretor Online

Preencha nome e e-mail para iniciar um chat ao vivo com nossos corretores.

CRECI

Vídeo