Imprensa

Projeto para incluir deficientes em Recife

Fonte: Jornal do Commercio - PE

Publicado em: 08/10/2009

Os futuros moradores do Edifício Giardino Beira Rio e seus convidados vão contar com uma superestrutura preparada para idosos e portadores de deficiência. As construtoras Rossi e Gabriel Bacelar, que estão erguendo o prédio na Avenida Beira Rio (na Torre), se preocuparam em incluir no projeto todos os detalhes para melhorar a vida de quem tem dificuldade permanente ou temporária de locomoção, além de outras limitações como problemas de visão.

Os cuidados estão presentes em todos os detalhes. A piscina receberá barras de apoio, o piso das áreas comuns terá sempre o mesmo nível e as portas serão largas. “Os moradores com necessidades especiais vão poder se integrar a todos os ambientes com mais autonomia e comodidade. Sempre temos essa preocupação em todos os nossos empreendimentos”, informa a coordenadora de projetos da Rossi, Patrícia Hirschle.

Segundo ela, a construtora se preocupou até com a altura dos interruptores. A adequação dos ambientes não é voltada somente para as pessoas portadoras de deficiências permanentes. “Essas mudanças também beneficiam um morador que quebrar a perna e ficar com problemas de locomoção durante alguns meses, uma pessoa obesa ou alguém que tiver dificuldades na visão. Nós seguimos o que exige a prefeitura de cada cidade e vamos além”, completa.

O projeto ainda conta com rampas de acesso a todas as áreas do condomínio, piso tátil na frente dos elevadores e rampas e escadas planejados especialmente para os moradores com deficiência visual ou visão reduzida.

Os mesmos cuidados também são levados em conta no projeto dos edifícios empresariais da Rossi. Nesse caso, as mudanças são feitas na altura e largura da catraca de entrada e no projeto do balcão.

Corretor Online

Preencha nome e e-mail para iniciar um chat ao vivo com nossos corretores.

CRECI

Vídeo