Imprensa

Parceria entre as construtoras Rossi e Diagonal visa atender todos os públicos

Fonte: Diário de Natal - RN

Publicado em: 02/06/2009

Os efeitos da crise financeira internacional não inibiram os planos das construtoras Diagonal e Rossi para o Rio Grande do Norte, onde, juntas, têm, "oficialmente", quatro projetos em andamento, novos lançamentos no gatilho e apetite para abocanhar diferentes nichos de mercado. "Vamos trabalhar com foco em todos os segmentos: do alto padrão, passando por edifícios comerciais a segmentos econômicos", diz o gerente comercial e de marketing da Rossi, Fábio Fehr.

Atualmente, os negócios das companhias - que estrearam como parceiras no estado há cerca de dois anos - estão concentrados na Região Metropolitana de Natal e no município de Parnamirim. De olho na classe A, a principal aposta é o Solar Alta Vista, projeto que prevê a construção de 164 apartamentos e que já começou a sair do papel, com previsão de entrega aos moradores em março de 2011.

Localizado em Capim Macio, na Zona Sul da capital, o empreendimento nasce com a proposta de ser um condomínio clube.Terá, por exemplo, piscina olímpica, um grande jardim suspenso no nível do pilotis, com mais de 10 mil metros quadrados, e acesso do nível da rua para o pilotis por meio de elevador panorâmico, que estará num hall com pé direito de quase 8 metros.

O terreno em que será erguido conta com 13 mil metros quadrados. É lá que três torres, com 27 pavimentos, cada, serão construídas. Os apartamentos, por sua vez, terão entre 155 e 196 metros quadrados. Serão dois por andar, com vista para o Parque das Dunas e opção de três ou cinco vagas na garagem. Do total de 164 unidades, 155 foram vendidas.

Além do amplo espaço para estacionamento, são chamarizes do projeto equipamentos como espaço relax, espaço mulher, espaço kids e a piscina, com 50 metros quadrados. A estrutura oferecerá ainda fitness interno e externo, espaço gourmet, home cinema e home office, para os moradores que precisarem trabalhar ou fazer reuniões fora do escritório, quadra gramada, salões de festas e de jogos e lounge com pista de dança. Para crianças e adolescentes, serão montadas, ainda, uma lan house, além de pista de skate, parede de escalada, labirinto e sala de estudos.

"Esperamos atingir um Valor Global de Vendas de R$ 95 milhões", diz Fábio Fehr. Segundo ele, o preço do metro quadrado fica em torno de R$ 3,2 mil. É preço para a classe A, mas esse não é o único foco das empresas. Elas estão de olho também em segmentos como o corporativo.

Um dos projetos que a parceria Diagonal/Rossi - a primeria do Ceará e a segunda de São Paulo - tem no gatilho é voltado para o público corporativo, e prevê a construção de um condomínio contendo apartamentos e salas comerciais, na área onde até o ano passado funcionava o Hotel Tirol, em Natal. Informações preliminares dão conta de que serão erguidas três torres, sendo uma residencial e duas comerciais. O número de unidades e outros detalhes do projeto ainda são, porém, mantidos em sigilo. "De forma geral, com a crise, houve uma cautela maior, mas a Diagonal e a Rossi acreditam no estado e a maior prova disso são os projetos que estão por vir", continua Fehr.

O Hotel Tirol foi um dos maiores ícones da hotelaria potiguar e o mais antigo empreendimento do setor em operação no estado. O hotel pertencia aos empresários Haroldo e Sandro Pacheco e foi negociado em sistema de permuta com as construtoras. Elas deverão entrar com os investimentos na construção e no lançamento do empreendimento, enquanto os ex-donos participam do projeto com o terreno de 6.100 metros quadrados em que será construído.

Corretor Online

Preencha nome e e-mail para iniciar um chat ao vivo com nossos corretores.

CRECI

Vídeo